Como salvar um vídeo no Youtube? Dicas de exportação para seu canal

Você terminou de editar seu vídeo, fez todas as alterações que desejava, e agora precisa exportá-lo, salvando-o em determinado formato, para enviar a sua produção para o YouTube. Porém, uma série de dúvidas podem surgir, como: qual a taxa de bit rate mais adequada? Qual a quantidade de quadros por segundo recomendada? Qual o formato?

Para ajudá-lo na hora de exportar o seu vídeo, preparamos este guia com uma série de dicas para garantir que o seu vídeo seja salvo na plataforma do YouTube com a melhor qualidade possível! Confira!

Em que taxa de Bit Rate e em que resolução salvar meu vídeo?

Quando gravamos um vídeo, ele possui uma determinada bit rate (taxa de bits). Essa taxa serve para indicar a quantidade de informações ou detalhes que está guardada em uma determinada unidade de tempo. No caso dos vídeos, essa marcação é feita geralmente em kilobytes por segundo (Kbps) ou megabytes por segundo (Mbps). A quantidade de Kbps ou Mbps determinará a qualidade do vídeo.

Geralmente, não precisamos exportar um vídeo com a mesma taxa de bits em que ele foi gravado. Se ele foi gravado em, por exemplo, 45 Mbps, não necessariamente você precisa exportá-lo nesse mesmo fluxo de transmissão. Basta que você o salve de acordo com a qualidade final que você deseja que o vídeo tenha no YouTube.

Outro detalhe importante é a resolução de vídeo. Ela é quem determinará a qualidade e o nível de detalhes de cada quadro do seu vídeo. A resolução para Full-HD (1080p), por exemplo, é de 1920 x 1080 pixels.

Quanto maior o valor do bit rate e da resolução, maior será o tamanho final de seu arquivo. Salvá-lo com uma taxa e uma resolução muito grandes demandará mais da sua internet na hora de fazer o upload do vídeo para a plataforma do YouTube.

Se precisar de um tutorial passo a passo de como fazer isso em um programa de edição confira aqui no Montagem de Vìdeos como exportar vídeo no Premiere e como exportar vídeo no Sony Vegas. 

Tendo tudo isso em mente, basta que você tenha em mente a qualidade final que você deseja que seu vídeo tenha e exporte o arquivo com base nas informações seguintes, referentes às qualidades aceitas pelo YouTube:

360p

Para salvar seu vídeo em 360p, recomendamos que você o exporte com os seguintes valores:

  • Resolução de 640 x 360
  • Bits rate padrão: 1 Mbps
  • Bits rate máxima: 1,5 Mbps

480p

Para salvar seu vídeo em 480p, recomendamos que você o exporte com os seguintes valores:

  • Resolução de 854 x 480
  • Bits rate padrão: 2.5 Mbps
  • Bits rate máxima: 4 Mbps

720p

Para salvar seu vídeo em HD (720p), recomendamos que você o exporte com os seguintes valores:

  • Resolução de 1280 x 720
  • Bits rate padrão: 5 Mbps
  • Bits rate máxima: 7,5 Mbps

1080p

Para salvar seu vídeo em Full HD (1080p), recomendamos que você o exporte com os seguintes valores:

  • Resolução de 1920 x 1080
  • Bits rate padrão: 8 Mbps
  • Bits rate máxima: 12 Mbps

1440p

Para salvar seu vídeo em 2K (1440p), recomendamos que você o exporte com os seguintes valores:

  • Resolução de 2560 x 1440
  • Bits rate padrão: 16 Mbps
  • Bits rate máxima: 24 Mbps

2160p

Para salvar seu vídeo em 4K (2160p), recomendamos que você o exporte com os seguintes valores:

  • Resolução de 3840 x 2160
  • Bits rate padrão: entre 35 e 45 Mbps
  • Bits rate máxima: entre 53 e 68 Mbps

E a taxa de bits do áudio, qual deve ser?

As taxas de bits de áudio mais recomendadas para se exportar um vídeo para o YouTube são as seguintes:

  • Mono: 128 Kbps
  • Estéreo: 384 Kbps
  • Áudio 5.1: 512 Kbps

 

Como criar um canal no Youtube – Passo a Passo com dicas

Em que Frame Rate salvar meu vídeo?

O frame rate pode ser traduzido como “quadros por segundos” (“frames per second”, ou “fps). Ele indica a quantidade de quadros que serão exibidos a cada segundo de vídeo. Quanto maior o frame rate, mais “fluído” vai parecer seu vídeo.

Embora outros também sejam aceitos, os frame rates mais comuns aceitos pelo YouTube são os seguintes:

  • 24fps
  • 25fps
  • 30fps
  • 48fps
  • 50fps
  • 60fps

Quanto mais frames por segundo, mais fluído vai ser seu vídeo. Porém, ele também será mais pesado, uma vez que haverá mais quadros em cada segundo de vídeo.

É importante que você sempre codifique e exporte seu vídeo no mesmo frame rate em que ele foi gravado. Para produzir um conteúdo em 60fps, é preciso que a sua câmera grave com essa frequência de quadros.

Montagem de vídeos – Como fazer em 5 programas para celular e computador

Em que formato devo salvar meu vídeo?

Outro detalhe bastante importante que você precisa ter em mente na hora de exportar seu vídeo é o formato em que o arquivo será salvo. Há diversos formatos disponíveis, mas nem todos são aceitos pelo YouTube. Além disso, o formato salvo impactará diretamente na qualidade final do vídeo, bem como no tamanho dele.

Os formatos de vídeo atualmente aceitos pelo YouTube são os seguintes:

  • .MOV
  • .MPEG4
  • .MP4
  • .AVI
  • .WMV
  • .MPEGPS
  • .FLV
  • .3GPP
  • .WebM
  • .DNxHR
  • .ProRes
  • .CineForm
  • HEVC (h265)

Caso você selecione um formato incompatível com a plataforma do YouTube, uma mensagem aparecerá informando o erro de “formato de arquivo inválido”. O formato talvez mais recomendado, por resultar em um arquivo relativamente leve com uma qualidade consideravelmente boa, é o .MP4.

A maioria dos editores permite que você exporte seu vídeo em qualquer um dos formatos mencionados acima. Caso o seu não permita, você precisará utilizar algum programa ou site de conversão de vídeo. Apenas se atente que pode haver perda de qualidade durante essa conversão.

Qual a melhor câmera profissional para gravação de vídeos?

Montagem de Vídeos

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content